quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

RJ quer incluir meditação nas escolas em 2009

Projeto prevê 30 minutos de meditação por dia para sete mil alunos.
Parceria com fundação de David Lynch prevê construção de dois colégios.
Por Daniela Clark*
A Secretaria estadual de Educação do estado do Rio de Janeiro pretende incluir a meditação na grade curricular das escolas da rede pública do Rio a partir de 2009. O projeto em estudo é uma parceria com a fundação mantida pelo cineasta americano David Lynch, que, em agosto deste ano, em sua passagem pelo Brasil, mostrou interesse em levar a meditação para todas as escolas brasileiras e em implantar uma universidade de meditação no país. Segundo ele, isso "acabaria com o estresse entre os jovens e livraria o país da violência".

De acordo com a Secretaria estadual de Educação, o projeto tem duas etapas. A primeira, que seria implantada já a partir do próximo ano letivo, prevê a inclusão da meditação na carga horária de sete mil alunos em diferentes escolas da rede estadual. Esses alunos destinariam 15 minutos à meditação, duas vezes por dia.

Escolas seriam erguidas em Vigário Geral e Vargem Grande
A segunda etapa da parceria prevê a construção, patrocinada pela fundação de David Lynch, de duas novas escolas: uma entre as comunidades de Vigário Geral e Parada de Lucas, no subúrbio do Rio, e outra em Vargem Grande, na Zona Oeste da cidade.

De acordo com a secretaria, Vigário Geral e Parada de Lucas foram priorizadas por serem locais onde os alunos convivem diariamente com a violência. A escola seria construída num terreno que pertence ao governo federal. Já Vargem Grande teria sido escolhida por ser um local propício para meditação, mas ainda não há um espaço previsto para construção.

Em ambos os locais há uma demanda de turmas de ensino médio durante o dia. As escolas teriam ensino regular, com a meditação diária incluída no currículo. A estimativa é de que três mil alunos seriam beneficiados com essa segunda etapa do projeto. As escolas seriam construídas ao longo de 2009 e entrariam em funcionamento em 2010, de acordo com a secretaria.

O projeto está sendo analisado ainda pela subsecretaria pedagógica, que terá a tarefa de incluir os 30 minutos de meditação diários na carga horária das escolas estaduais.

Patrocínio para que alunos e professores aprendam a meditar
Em agosto, ao passar por Rio e São Paulo para divulgar seu livro "Em águas profundas – criatividade e meditação", de inspiração autobiográfica, David Lynch afirmou que a técnica mental "ajuda a criatividade e abre a porta para um nível de vida mais profundo".
Segundo a secretaria, na ocasião Lynch apresentou à secretária estadual de Educação, Tereza Porto, um estudo de uma universidade americana, mostrando que a meditação geraria sensações de paz para a comunidade. Foi então que teria surgido a idéia de levar o projeto às salas de aula do estado.

O site da fundação de David Lynch informa que a instituição já liberou milhares de dólares para que centenas de estudantes, professores e pais aprendam a meditar. A fundação também patrocina pesquisas sobre os efeitos da técnica para o desenvolvimento da criatividade, da inteligência e para o funcionamento do cérebro.
*Fonte: G1
Foto: Carla Meneghini/G1

Artigos Relacionados



1 comentário

cova-do-urso disse...

Gabriel

Não conhecia esta informação. Que ideia maravilhosa.

Abraço, amigo

António

Postar um comentário

Não perca sua originalidade!
Manifeste-se!
Deixe aqui sua opinião, dúvida ou crítica...

Mas atenção:
Os comentários são moderados.
Isso significa que eles só aparecerão aqui após aprovação. Não censuramos opiniões. A moderação está ativa apenas para evitar spam.
Não é necessário re-enviar. AXÉ!



Arquivo do blog

#ad

| Irradiando Luz -alguns direitos reservados|
Real Time Web Analytics ^